Translate

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Amor Doentio


Entre obsessões, eu segui as compulsões,
O impulso de me aproximar,
E entre conversas bipolares
Me vi envolvida num charme físico e mental
Nunca pensei que me causasse tanto mal,
Que poderia eu fazer?
Agora já estava presa naquela teia,
Que me provocava depressões constantes
Descontentamentos abomináveis.
Já existiam palavras amáveis
Comportamentos afáveis.

 
Na bipolaridade desse amor
Me vi, entediada,
Num caminho sem fim
Numa linha doentia
Que não diz: vem cá,
Nem, vai para lá!

 
Como se ficasse presa
A uma história sem começo, nem fim
A uma indefinição
Que me causa resignação
E revolução dentro de mim.
Custa-me dizer que não,
E admitir que tudo acabou,
Mas quem quer viver,
Não pode ficar presa ao “sobreviver”.

 

29 comentários:

  1. Lindo poema,gostei :)

    http://dienylady.blogspot.com.br/


    http://dienyladyy.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. aodrei o poema, *o*
    beeijos, bom fim de semana,
    http://diariodeumuniversoparalelo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Ótimo, me fez lembrar de uma personagem q tive q interpretar na ultima quarta, eu tive q tentar sentir quase o mesmo ...


    http://nossoblogsecreto.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério? que minhas escritas ajudem então na interpretação ahaha
      Bjs

      Eliminar
  4. Parabéns pelo seu blog, a imagem visual dele é muito bonita e o texto é bem legal também!

    Beijos, boa noite e boa sorte!

    www.caminhosdegarota.blogspot.com.br

    :)

    ResponderEliminar
  5. Lindo mesmo! Foi você que escreveu?
    Beijuhs. || † Ieah

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema!
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou :)
      Obrigada pelo comentário :)
      Bjs

      Eliminar
  7. Bom dia.

    Lindo poema, triste, mas no qual muita gente se revê, compreendo perfeitamente.

    beijinho, bom sábado

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Cada estrofe , simplesmente perfeito ♥
    Ah música deu um toque especial ao poema
    Amei !
    www.sonhando-porai.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Poema lindo!
    Obrigada pela visitinha em meu blog, já estou seguindo tbm :)
    Beijos.

    http://divadebrecho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Obrigada!!

    Seguindo aqui, adorei querida.
    Quando puder retribui

    beijos!!
    pamlepletier.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por seguir e por adorar, fico feliz :)
      Bjs

      Eliminar
  11. Obrigada!

    Adoorei o poema e o blog, estou seguindo aqui.. Se puder seguir o meu..
    beijos!!

    pamlepletier.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  12. Nossa, parabens pelo post!
    É otimo ver poemas e textos diferents (:
    Lindona, É claro que já estou super seguindo e te convido a
    seguir meu blog tbm e a curtir a minha fan page (:

    nossoblogdemodaa.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, volte sempre, claro que já sigo :)
      Bjs

      Eliminar
  13. Olá...

    Não quis ler os comentários deste teu maravilhoso poema, por não querer sofrer influência no meu. Sei que sabes que és poeta. Se não tens noção disso, eu não só afirmo, como sinto que sim.
    O poema é tão real que não choro. Não me contenho. Não me revelo. Apenas o sinto em mim!

    A Rita encaixa na perfeição em tudo.

    Por isso e muito mais, os meus parabéns!

    Connichi wa = Bom dia todo o dia!



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh muito obrigada, deixa-me mesmo feliz ler comentários assim, e ver que o nosso trabalho é reconhecido, escrever sempre foi uma paixão, mas não sabia se o que escrevia agradava ou não, e ter este maravilhoso feedback é mesmo bom, agradeço de verdade, e mais uma vez agradeço! Volte sempre aqui e aprecie as minhas escritas :)
      Bjs

      mundodeariel.blogspot.com/
      www.facebook.com/meucantoomeumundoo

      Eliminar