Translate

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Ainda pequenina no Amor Capítulo V - Final

Ainda pequenina no Amor
Decidi finalizar a história no V capítulo, para não se tornar maçadora, se fosse um livro poderia colocar mais páginas incluindo mais mistérios, lutas e dificuldades, mas como isto é um blog e não vos quero cansar com longos textos diários… então aqui vai o V e último capítulo.
                                                              Capítulo V - Final
-Eu não te rejeito Laura, a razão pela qual tomo esta atitude contigo é porque, tu ainda és muito pequenina no amor.
-Ah? Não entendi, que queres dizer com isso da pequenina?
- Tu ainda és muito inocente, e a tua mãe contou-me tudo acerca de ti, e tu praticamente nunca tiveste um relacionamento sério com ninguém. Eu sou um homem experiente, não é que não tenha namorado, a verdade é que já e os fantasmas do passado ainda me assombram, porque os desgostos amorosos foram danos drásticos para a minha alma, danificaram-me o coração de tal forma. Namorei duas vezes, e dessas vezes, a minha autoestima foi muito abaixo, porque eu quando amo, entrego-me demasiado!
E por tudo o que já sabes de mim, Laura, acho que não sou homem para ti!
-Estou tão confusa com tudo, com tudo que me contaste, mas não tenho dúvidas do que sinto por ti e do que quero…
-Não falemos disso agora, tens mais em que pensar, e quando colocares a cabeça em ordem voltamos a ter esta conversa.
-Está bem, respeito, mas então responde-me a uma pergunta, que ainda me está a fazer confusão…
-Pergunta, estás no teu direito!
-Porquê que a minha mãe não está aqui, porque não veio ter comigo?
-Ela não pode, devido ao teu pai, a relação terminou mal, e todos aqui na cidade lhe apontam o dedo.
-Como me salvaste? Como sabias? Como?
-Não fui eu, Laura, foi ela, foi a tua mãe, e a força do seu amor, mas o mais importante foi a tua força, a tua energia! A tua crença.
-Oh, isso é tudo bonito, mas na prática não é assim, isso são só filosofias!
-Não, Laura, é espiritualidade… Repara, a tua mãe andava preocupada contigo, porque não aguentava mais estar afastada e saber que estavas com aquele homem, a quem chamas de pai.
Ela teve que partir, porque estava prestes a ter um esgotamento nervoso, e o meu tio e ela estão muito felizes, lá casa do lago. Foi impossível partires com ela, a situação não o permitia, eles partiram sem rumo, eu já era um homem, já não era dependente, já tinha o meu trabalho no jornal e este ano termino o meu curso.
Eu já andava a vigiar-te há algum tempo, para te proteger do teu pai, muito discretamente, no dia em que te atiraste do penhasco, eu não esperava que o fizesses, não te consegui impedir, cheguei tarde pra o fazer, mas a tempo de te salvar, corri e mergulhei logo de seguida, por sorte te encontrei, e trouxe te até à superfície, estavas já sem sentidos, mas certifiquei-me que no hospital te tratariam bem e que ficarias livre de perigo.
Laura e Pedro caminharam juntos permanecendo calados todo o caminho, ficaram a pensar em todos os acontecimentos, quando chegaram a casa do pai de Laura, ouviam-se gritos de lá de dentro, ao entrar Laura depara-se com objetos derrubados, e a voz do pai a maltratar alguém, Laura corre até onde a voz lhe parecia vir e fica surpresa com o que vê.
-Mãe?!
-Filha, que saudades.
As duas se abraçaram num abraço forte, que o pai ousou em separar.
-Larga-a, ela agora fica comigo…
-Nem penses que vais fazer dela tua escrava, hoje estou estável, com a vida organizada e ela vem comigo. Filha perdoa-me ter partido e ter-te deixado com este monstro, mas hoje estou aqui para me redimir e te proporcionar a felicidade que mereces, neste ano que me afastei, deu para equilibrar a minha vida e preparar a tua vinda!
Laura não hesitou, disse que sim com um sorriso verdadeiro de felicidade, no entanto sabia que o pai não facilitaria o caminho. Mas não temia, porque estava mais forte que nunca.
Era fim da tarde e Laura encontrava-se no local habitual, sentada nas pedras do penhasco a observar a beleza do sol a poisar nas águas bravas e selvagens do mar que a apaixonava.
Sentada a pensar em tudo e com o caderninho dos desejos na mão, quando Pedro apareceu, e sentou-se ao seu lado.
-Então, feliz?
-Sim, a minha mãe não se esqueceu de mim, sabes eu tinha um grande desejo, e todos os dias no topo de cada página eu escrevia-o para fazer força para que ele se realizasse, e ele hoje realizou-se, a minha mãe regressou para me buscar, tal como eu sempre quis. Tinhas razão, quando me dizias para acreditar na força da espiritualidade, que o amor que vem de dentro de nós pode fazer milagres, eu depositei esperança e todos os dias eu criei uma crença no meu desejo, e como tu bem dizes eu e só eu só a única capaz e realizar o meu sonho, consoante a força do desejo que tenho por ele! Hoje sei que é verdade.
-Ainda bem Laura que te sentes realizada!
-Realizada? Isso só estaria se fosse tua namorada…
-Não sou o homem certo para ti…
-E quem é que é certo nesta vida? Todos temos as nossas impurezas, defeitos e terríveis sombras do passado, que nos vão tentar assombrar, cabe-nos a nós permitir tal entrada na nossa vida…se formos procurar pela pessoa perfeita, ela nunca vai existir, porque a perfeição simplesmente não existe.
Pedro fez silêncio, não possuía argumentos capazes de derrubar a tese de Laura.
-Não sou merecedor, és especial Laura! Demasiado, e se te tenho afasto de mim é por respeito, quero que encontres alguém que pelo menos possa estar minimamente à tua altura.
-Eu não vou procurar por aquilo que já encontrei.
De imediato se abraçaram e Pedro logo sentiu aquele sentimento de paz e leveza, que só Laura podia transmitir, era a única pessoa capaz de o fazer sentir assim naquele estado perfeito de alma.
-Laura, sinto-me tão bem abraçado a ti, sentir-te aqui perto nos meus braços faz de mim um homem novo.
-E é assim que tem e vai sempre ser! Dizia Laura olhando os olhos do amado, à espera do seu doce e perfeito beijo, que logo se deu ali, onde a lua já estava a aparecer, e as estrelas a conspirar a favor daquele amor!
-Então ainda sou pequenina no amor? Pergunta Laura, de forma bem-humorada, dando carinhos no rosto de Pedro, enquanto se encontrava protegida nos braços dele.
-Pedro sorriu, afirmando com a cabeça, elegendo-a num para sempre sua!
Laura sorriu, sentindo-se enorme!
Diz quem os conhecera, talvez os vizinhos do casalinho, que eles eram o par perfeito, embora com as pequenas discussões normais que qualquer casal tem, eles se admiravam muito e se respeitavam mutuamente, que ao longo dos anos à medida que envelheciam se amavam cada vez mais, pois o segredo estava em conquistarem-se cada dia um pouco mais, adaptando-se à personalidade um do outro.
Disseram também que tiveram dois filhos e alguns netos.
Que foram e são o exemplo para a juventude, pois a receita do amor ideal não existe, existem sim pessoas capazes de fazer o amor dar certo.
Este casal transmite-nos uma lição, não devemos tirar conclusões precipitadas, devemos perceber a história que está por trás de cada um, não nos esqueçamos que todos nós temos uma história.
Que por mais dias negros que tenhamos, a fé, a força e a esperança, são os nossos guias e quanto mais força depositamos no que desejamos mais certo estamos que isso irá acontecer. Hoje o dia lá fora pode fazer tempestade e amanhã um lindo sol, foi isso que Laura aprendeu ao longo da sua vida, deixando as suas fraquezas de lado.
E para viver um grande amor é necessário cultivar para ver nascer frutos, a persistência e a calma são as maiores virtudes, tal como Laura manteve sempre, mesmo após o casamento para todos os dias conquistar mais um pouco do coração de Pedro!
                                                                                       Fim!

34 comentários:

  1. Lindo!!!! Adorei!
    Pedro e Laura juntos e lutando pela felicidade todos os dias! *-*
    Pena, que acabou!
    Você fará mais contos?
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou, fico muito feliz :)
      Em principio farei mais contos sim!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. AIIIIIIIIIIIIII Morri Adorei saber que o Pedro e a Laura ficaram juntos e felizes :) Confesso que queria mais , mas como disse isso é um blog e não um livro .. Perfeito até demais :) , E gostei de saber que terá mais contos .. Curiosidade : é Romance ? >.<
    http://umameninaemseumundinho.blogspot.com.br/
    Bjs Da Ketty ♥

    ResponderEliminar
  3. Bom dia

    Simplesmente BRILHANTE...adorei ler...obrigado pela partilha

    Deixo um abraço
    ***********************
    Querendo, visite(m)-me ...Obrigado

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Bonito final... Juntos, era o que se previa.. Adorei
    Obrigada


    beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Parabens!!!
    Tocante final, mesmo que dava menção disso, mas amei tudo, nas riquezas das palavras bem escritas, no jeito de nos prender a atenção, enfim no contexto todo.
    Escreva mais, divulgue mais, está muito, mas muito bom mesmo!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigadaaaa :)
      Nem sabe como fico feliz de saber.
      Beijinho

      Eliminar
  6. Ola querida vim retribuir sua visita e parabeniza-la por esse dom tão bonito de escrever coisas bonitas, que não é pra todo mundo,desejo que a cada dia voce tenha mais e mais inspiração.bjs
    http://ivamoraes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Pedro & Laura juntoos <3
    Sério , já acabou ? :c
    Faça isso mais vezes eu amei ter acompanhado !
    Beijos sua talentosa :*
    http://sonhando-porai.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde minha amiga.. vais finalizar mas deixando algo muito bonito.. realmente quando a coisa fica muito longa muita gente desiste na metade ou mal começam a ler... as pessoas já fogem duma poesia... e contos uma amiga faz mini contos pq disse que muito longo as pessoas não liam.. mas espero que continue a moldar a tua arte... bjs e um lindo dia e fico feliz que tenha gostado do meu soneto... tenho muita coisa sobre o amor.. mas tb sobre tantos outros temas.. a poesia deve ser assim.. falar só de um assunto para mim não rola.. mesclo muito as coisas.. até sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, as pessoas não gostam de ler textos longos em blogs, e para não se tornar enfadonho eu resolvi terminar agora!
      Muito obrigada por seu comentário.

      Eliminar
  9. un amei amiga vc e um grande escritora adorei ja estou seguindo bjs http://pramulherlindatododia.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  10. Que fim lindo! Amei essa história!
    Parabéns! Beijos!
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  11. Oie Flor!!!!
    Obrigada pela visita!! Adorei seu blog e já estou te seguindo!!
    =)
    Beijos

    www.dricabordadospx.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Amei o final. Belíssimo conto e fiquei com vontade de ler mais. Fça outros.
    Laura e Pedro realmente nos transmitiu um bela lição.

    Confira a resenha de um pigmento lindíssimo e que é meu xodó =D

    Beijinhos de luz =***

    Cllara Maranhão ʚɞ
    http://cllaramaranhao.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh obrigada :)
      Em breve terá mais.

      http://mundodeariel.blogspot.com/

      Eliminar
  13. Ai ai... já fiquei com saudades dos personagens.No fim, durante, a gente acaba chegando a conclusões precipitadas, que só nos tiram a força de lutar, de amar, de viver... Essa história foi um Ode à Vida, por mais difícil que ela seja, sempre vale a pena seguir a diante. Lá na frente tudo poderá se acertar.
    Fiquei muito feliz com a forma que você concluiu seus personagens, e igualmente concordo que você uma grande escritora. Nunca pensou em disponibilizar e-books à venda não? Não sei se dá certo, mas vejo muitos escritores iniciantes fazendo isso, e você com certeza tem talento!

    Mil abraços! (isso tudo?!, rsrs)

    http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Obrigada pelo comentário!
      vou pensar nisso mesmo, obrigada pela dica!

      Eliminar
  14. Bem não acompanhei desde de o começo, kk por isso vou começar do capitulo um o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Amei o final! *-* Perfeito!

    controversias-blog.blogspot.com

    ResponderEliminar
  16. Esses dois só poderiam mesmo acabar juntos!
    Força com o romance!

    ResponderEliminar
  17. aiiii que fofo, louca para saber como vai ser o próximo conto mas o que eu mais gostei é que vc deixo claro que eles teve brigas e não fez aquelas historias que tudo acaba bem e tal, e realmente ficou muito lindo o final além de lindo passo um bela lição de moral parabéns amiga vc se superou a cada dia vem brilhando mais e mais que seu brilho seja tão intenso quanto o sol beijos fique com deus

    ResponderEliminar